5.13.2009

O Pai Nosso em Aramaico de Neil Douglas-Klotz

Jesus CristoUma suposta versão do Pai Nosso direto do aramaico tem circulado pela Internet nos últimos dias. O texto chegou em minhas mãos, e me surpreendeu pela inusitado grau de poeticidade e pelo tom orientalista de certas passagens, em especial a temática do mundo material como engano (o maya indiano).

Apesar disso, algo ali não fechava: o texto nenhuma similaridade guardava com a oração por todos tão conhecida. E não foi necessária uma extensa pesquisa em sites de aramaico para descobrir a origem da suposta tradução direta: trata-se de uma versão deliberadamente new age presente no livro Prayers of the Cosmos, do mestre sufi Neil Douglas-Klotz.

A farsa é desconstruída no blog do tradutor americano Steve Caruso. Há erros grosseiros presentes inclusive na capa do livro, com caracteres siríacos totalmente invertidos, e viagens místico-explicativas sobre as diferentes sonoridades dos fonemas aramaicos que, segundo Caruso, podem até servir "como uma criativa metáfora e até mesmo como algo para se meditar", mas de um ponto de vista tradutológico e acadêmico (e eu só posso concordar com ele), Douglas-Klotz está criando mentiras lindas e adornadas - mas mesmo assim continuam sendo mentiras. No final, Steve adverte que místicos deveriam tomar cuidado ao tratar de problemas tipicamente acadêmicos, como os que são explorados no livro de Klotz, sob risco de incorrer em graves distorções do texto.

Prayers to the CosmosComo tradutor de aramaico que é, Steve Caruso está claramente a defender seu métier. E isso não está errado, afinal a quantidade de sites que propagam a delirante versão do Pai Nosso de Douglas-Klotz como uma tradução direta do aramaico é enorme.

Independente da fraude, é muito mais interessante e refinada que a original. Agora, apreciem a versão new age de uma das mais antigas orações do mundo:

Pai-Mãe, respiração da Vida,
Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos !
Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.

Ajude-nos a seguir nosso caminho
Respirando apenas o sentimento que emana do Senhor.
Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas.

Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades.

Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.
Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda, E nos liberte de tudo aquilo que impede nosso crescimento.

Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza.

Possa o Seu amor ser o solo onde crescem nossas ações.

Amém

9 comentários:

  1. Olá amigo, parabéns pelo blog e por esse post. Se vc gostar de mitologia, visite meu blog:

    http://tempo-horario.blogspot.com/

    Abraços!

    BRUNO

    ResponderExcluir
  2. É meu caro, milagres da Internet. Da mesma forma que cria e propaga mentiras absurdamente rápido, as desmonta. O problema é que nem todos tem o discernimento nescessário para não acreditar em tudo o que lê.
    Abraço.
    Humberto
    www.tatucomcobra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Querido amigo avassalador...
    Bonito. Mas bem mais longo que o que aprendi no catecismo... Já não sigo nenhuma religião e lembro apenas do pai nosso e Ave Maria... Ainda bem que não precisarei decorar esta versão, embora bonita mas muito longa...

    ResponderExcluir
  4. algo que comece com a hippiesse "pai-mãe" já é para se duvidar da autenticidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5:31 PM

      Karla:Dentro do cristianismo primitivo como tradicional atual Deus é um principio que não teria gênero e sim representa o equilíbrio entre aspectos femininos e masculinos.Apenas na catequese infantil se o representa como um ser masculino (o típico ancião de barba para muitas crianças) Sendo adultos não podemos fazer desta imagem infantil uma certeza do sexo de Deus, sim? Visto tal vez com a representação de uma Luz, o uma Força maior com certeza ele acolhe a qualquer hippie, feito a imagem e semelhança dele.No fim, Cristo na sua época seria visto como você veria este autor, uma espécie de new age também... E agora? TOC-TOC

      Excluir
  5. Dá-lhe hippiesse nesta versão do Pai Nosso.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo8:57 AM

    Voces deveriam ao menos se dar o trabalho de ler o livro. A tradução que consta nele não é essa.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo: provaste sua sapiência e autoridade intelectual. Obrigado pela esclarecedora participação.

    Da próxima vez, não tenha medo de assinar seu comentário. Postar como anônimo é muito feio, além de covarde.

    :***

    ResponderExcluir