3.29.2013

Quando a Democracia e a Tradição entram em choque

"Mas a Periferia do mundo, nós, ainda enfrenta o processo universalizante - a destruição acelerada de qualquer entidade social holística, a fragmentação e atomização da sociedade inclusive através da tecnologia (internet, telefones móveis, redes sociais), onde o principal ator é estritamente o indivíduo, divorciado de qualquer contexto social natural e coletivo. Um importante testemunho do uso dúplice da promoção da democracia foi explicitamente descrito em um artigo pelo especialista político e militar americano Stephen R. Mann, quem afirmou que a democracia pode trabalhar como um vírus autogerador, fortalecendo as sociedades democráticas existentes e historicamente maduras, mas destruindo e imergindo no caos sociedades tradicionais não preparadas adequadamente para isso". (trecho de "A Quarta Teoria Política", de Alexander Dugin).

O referido texto de Stephen R. Mann é "Chaos theory and strategic thougth, que pode ser lido aqui. E a citação de Dugin ajuda a explicar o vídeo abaixo, certamente o mais violento que já pude ver na vida - e vale dizer que o vídeo foi filmado na Praça Tahir, no Egito, local onde ocorreram protestos em prol da "democracia", todos amplamente ovacionados pela mídia ocidental. Só faltou algum imbecil global chamar os protestos de "festa da democracia", como insistem em chamas as eleições por aqui. Queria ver se chamaria de festa se fosse a mãe deles ali sendo o bolo, repartido com selvageria.

Sem mais, o vídeo. Vale também ler o texto que a mulher escreveu aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário